Carregando...
JusBrasil - Política
16 de abril de 2014

Integrantes do GGIT se reúnem com representante da Fundação Bloomberg

Publicado por Prefeitura de Campo Grande (extraído pelo JusBrasil) - 2 anos atrás

LEIAM 0 NÃO LEIAM

O encontro organizado na manhã de hoje (12/08) pela Prefeitura de Campo Grande para conhecer as obras do Hospital do Trauma, na Santa Casa contou com a presença da auditora norte-americana Kelly Larsons, representante da Fundação Bloomberg, que patrocina o projeto Vida no Trânsito. Ela foi apresentada a alguns secretários da administração municipal e conheceu o prefeito Nelson Trad Filho.

O Brasil é um dos dez países que têm o nosso apoio para reduzir o índice de mortalidade no trânsito. Estamos atuando em cinco cidades brasileiras, uma delas é Campo Grande. A Fundação Bloomberg está dando suporte ao trabalho realizado aqui em Campo Grande, na implantação de atividades que vão reduzir os acidentes graves e fatais e ajudar pedestres, motoristas, motociclistas e ciclistas, argumentou Kelly.

O diretor-presidente da Agetran, Rudel Trindade acompanha a auditora em sua visita à Capital. É um fator de prestígio recebermos Kelly Larsons em nossa cidade. Considero fundamental esse apoio da fundação para os objetivos que queremos alcançar no trânsito, num prazo de dois anos.

Roteiro da visita da auditora reunião técnica com integrantes da Agetran e Sesau na Casa da Esplanada Ferroviária. Durante o encontro serão apresentados os resultados obtidos pelo projeto Vida no Trânsito, a coleta de dados e o levantamento dos problemas locais.

Em seguida, Kelly irá a uma blitz preventiva na avenida Afonso Pena. Também está na agenda uma visita à avenida Gury Marques , onde será mostrada a sinalização do local, a instalação do Placar da Vida (em alguns pontos da cidade) e a inauguração, na sede da Agetran, do Memorial à Vida em Movimento, uma escultura feita pela artista plástica Carla Cápua.

Projeto Vida no Trânsito Este projeto é vital na estratégia de reduzir as mortes no trânsito de Campo Grande. Com as ações adotadas, já percebemos uma diminuição de 40% nos acidentes graves (com vítimas fatais). Monitoramos os locais em que ocorrem esses acidentes, fazendo o levantamento dos fatores de risco e tomando as medidas necessárias (redutores de velocidade, sinalização adequada, intensificação do policiamento de trânsito), disse Maria Sueli Nogueira, gerente técnica do Núcleo de Prevenção de Violências da Sesau, numa prestação de contas do trabalho realizado pelas autoridades locais, integrantes do Gabinete de Gestão Integrada do Trânsito (GGIT) para a auditora norte-americana.

O Ministério da Saúde e a Fundação Bloomberg financiam o projeto Vida no Trânsito. O Comitê Gestor Intersetorial, formado pela saúde, o trânsito e a polícia, potencializam os resultados do programa. Esta ação integrada gera mais monitoramentos e reuniões em cima dos fatores de risco dos acidentes, analisou Marta Maria da Silva, coordenadora do setor de prevenção de violências e acidentes do Ministério da Saúde.

A representante da Bloomberg enfatizou, ainda, a atuação da fiscalização de trânsito. A polícia tem um papel importante na segurança da via e na diminuição das mortes e dos acidentes com vítimas no trânsito. Nossa meta é salvar vidas, frisou Kelly.

0 Comentários

Faça um comentário construtivo abaixo e ganhe votos da comunidade!

Atenção, mais de 20% do seu comentário está em letra maiúscula.

ou

Disponível em: http://prefeitura-campo-grande-ms.jusbrasil.com.br/politica/7477792/integrantes-do-ggit-se-reunem-com-representante-da-fundacao-bloomberg